segunda-feira, 23 de novembro de 2009

hoje a festa é sua!







e daí que hoje, entre as conversas do 1° seminário de comicidade do anjos do picadeiro, muita coisa bacana, muito papo divertido, muitas questões importantes, muitas idas e vindas e a expectativa de ver o pregoeiro com márcio libar.

e aí, maluco, viu o
anjos na rua?!? viu o anjos no teatro sesc prainha?!? viu o anjos na tv?!? não?!? SE AGILIZE!!!





________________________





________________________




________________________




(e daqui a pouco a gente volta...)

4 comentários:

Anônimo disse...

Olá, Anjos!
gostaria de sugerir maior coerencia no videos do seminario.
os videos são curtos e não situam as pessoas que assistem nas discussoes geradas na mesa.
deste modo, cheio de cortes, não há nada relevante e me pareceu um tanto tendencioso, pois não dá conta da fala de todos os participantes. deste modo, parece mais um video promocional do Anjos do Picadeiro.
precebo, por algumas "postagens picantes" que o que quer se denunciar é o preconceito contra a academia, contra a intelectualização das praticas de comicidade entre os artistas, inclusive entre os organizadores. Não posso deixar de citar a fala de Marcio Libar numa resposta ao post de Véu, onde diz que certas questoes devem ser deixadas para os cientistas...o que certamente inviabilizaria o seminario promovido mais uma vez este ano.
Há que se decidir e assumir: essas discussoes sao mesmo relevantes? se são, cabe ainda perguntar: sera que aqueles que se dizem "cheios de munição" têm coragem para enfrentar esse tipo de discussão científica (acredito que a intenção era dizer academica), e ainda colocá-las na integra para o publico acompanhar?
do modo como está, me parece tendencioso e censurador, ou até quem sabe um video institucional...
eu, na posição de filosofa da arte, muito interessada nas questoes de comicidade e liberdade artistica, não posso deixar de me colocar a respeito da ingenuidade em questoes de arte demonstrada na resposta para Véu postada por Marcio Libar, este ultimo, por preconceito acaba tendo argumentos perigosissimos para a existencia da arte de qualidade: a primeira afirmação que faz Libar impunimente é a respeito da arte autonoma, para os que nao entendem, trata-se de uma defesa da arte pela arte,o que nos dias de hoje, obriga-nos a legitimar a novela da globo como arte, o calipso como boa musica e ainda O zorra total como modelo de comedia a ser seguido e ovacionado.
Percebo que não há tanta clareza a respeito das consequencia deste pensamento da arte autonoma em tempos de cultura de massa,e da arte na era da reprodutibilidade tecnica, no entanto, se fossemos menos preconceituosos em relação à teorias da arte, entenderíamos como esta posição é reacionaria e fruto de massificação, mesmo que se dê de modo ingenuo ou não assumido.
portanto, se faz pertinete que estas discussoes sejam levadas a serio e veiculadas com integridade, a fim de manter o carater original dos seminarios ( ja por definição academicos ou cinetificos como quer no ingenuo Marcio Libar), de abertura para discussoes pertinentes à arte e aos artista sem nunca se esquecer de uma honestidade intelectual em relação a si mesmo e aos outros.
tal atitude em relação ao estudos de comicidade traria mais cautela àqueles que se pronunciam com discursos aparentemente fortes e dispostos a brigar, mas cheios de opinioes massificadas e colocadas impunimente, sem a menor noção dos lugares onde já chegaram, sim! ja chegaram!, há seculos! dentro das discussoes academicas sobre arte autonoma, tão largamente difundidas pela TV globo, e tão facilmente acatadas inclusive por aqueles que exibem seus curriculos para se garantirem por dentro do assunto.
acredito que ha um longo caminho pela frente, é preciso ainda fazê-los entender que quase tudo que se faz pode sim ser abarcado pelo sistema capitalista, ou já é consequencia esperada e de antemao neutralizada pelo sistema.
deve-se antes destruir orgulhos e certezas curriculares, para que se possa começar uma discussao honesta e verdadeiramente livre seria a respeito da arte como um todo...
mas espero que fique claro aqui, para aqueles que querem afirmar a arte pela arte, o perigo a que nos lançamos com isso...
ou será o caminho para o sucesso?depende da hoenstidade...da postura...dos culhoes de quem afirma!
o fato que para artistas, na definição mai especifica do termo, este espaço que tentamos ocupar a agora é "Gelo Liso, ou seja, paraiso para quem sabe dançar"


Clarissa Ayres(clariayres@hotmail.com)

Anônimo disse...

Clarissa,
não temos como colocar os vídeos completos no blog. eles ficam pesados demais. a ideia é só mostrar um pouquinho do que aconteceu e não temos a intenção de criticar nada com eles.
quanto à filosofia da arte, por que não discuti-la no seminário? vc está aqui no anjos?

Ieda Magri

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Numseikiten disse...

Antes de mais nada Clarissa.
Tu acompanhou o seminário?
...
Te entendo... e também acredito que seria bem legal se o Anjos tivesse uma transmissão online em tempo real, com tudo o que está rolando.
Quem sabe assim, não conseguimos promover o encontro de "palhaços da internet"?
Sigo acompanhando toda a programação... e pensando "comigo mesmo".
E você Clarissa? O que vai fazer?
...
Murilo Cesca
Adelante!